Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 22 de setembro de 2009

D-Eficientes


Olá. Tema meio dificil esse....

Esses dias tive um sonho que me deixou meio pensativo. Sonhei que sofria um acidente e ficava sem o movimento das pernas. Não foi necessariamente um pesadelo, pois o que realmente acabaria com minhas expectativas seria eu ficar cego. Pense bem. É possível um cego ser arquiteto??

Daí eu comecei a pensar no quanto a vida de um eficiente é difícil, e pior, não é nem pelo preconceito, o que já é difícil o suficiente. Eu andei reparando alguns fatos na faculdade, observando os acadêmicos deficientes, passeando pela UFT, e reparei em uma coisa: Nenhum deles é acadeirante. Por quê?

Simples: a UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS não tem uma rampa sequer! Cada bloco principal tem três escadas, mas nenhuma rampa, o que torna impossível o acesso de um acadeirante às salas de desenho técnico, coordenações de cursos, PROGRAD, sala de protocolo e reitoria. Também não tem sinalização para cegos no chão, o que faz com que seja necessária a presença de um cão guia, um "luxo" que, se não fosse graças a algumas associações filamtrópicas, custaria entre 18 e 20 mil reais. Aí eu me pergundo: O DCE fala tanto em democracia, mas onde ela está? o que é preciso fazer para se ter acessibilidade? E se fosse só aqui, seria facil. O caso é que o país todo está assim. Façam a experiência. Imaginem se acadeirantes, tentando pegar um ônibus, se deslocar até o trabalho, ou a faculdade, chegar até a sua sala de aula. Imagine-se cego, tentando estudar sem computadores adaptados, sem ajuda, ou mesmo sem a compreenção. Imagine-se, pelo menos uma vez.

pelo simples fato de o ser humano ser insuficiente, não podemos ajudar a todos, mas um pouquinho já faz diferença. estou colocando aqui o link do blog da associação cão guia de cego, que faz um trabalho lindo de distribuição gratuita de cães treinados para guiar cegos há mais de vinte anos. o caso é que um cão é caro, então se vc puder ajudar, doar nem que seja dez centavos, muita gente vai agradecer.

beijo do Xamã!

Obs: Eu sei, que muita gente nem mesmo vai ler esse post, não vai entrar no blog da ACGC, nem vai doar. mas minha consiência está limpa, pois EU FIZ MINHA PARTE! se voce leu, faça a sua também. Por favor.

domingo, 6 de setembro de 2009

EU RECOMENDO Jesus Christ Superstar

Jesus Christ Superstar é um musical de rock de Andrew Lloyd Webber, com texto de Tim Rice. Apresentado em 1970, destaca as lutas políticas e pessoais de Judas Iscariotes e Jesus. A ação ocorre, na maior parte, conforme os evangelhos da Bíblia sobre a última semana da vida de Jesus, começando com a chegada em Jerusalém e terminando com a Crucificação. Atitude moderna e gírias prevalecem nas letras e há alusões irônicas à vida moderna enquanto a visão política dos acontecimentos é retratada. As produções cinematográficas e teatrais apresentam muitos anacronismos, na visão dos sectários, isto é, daqueles que querem separar política de religião.

Grande parte do enredo é focado na personagem de Judas, que é retratado como uma figura trágica, realista e conflitada que não está satisfeita com a aparente falta de planejamento político e afirmações de divindade de Jesus.


SEUS PRINCIPAIS PRÊMIOS:

Oscar 1974 (EUA)

  • Indicado nas categoria de melhor trilha sonora.


BAFTA 1974 (Reino Unido)

  • Venceu na categoria de melhor trilha sonora.
  • Indicado nas categorias de melhor figurino e melhor fotografia.


Prêmio David di Donatello 1974 (Itália)

  • Venceu na categoria de melhor filme estrangeiro.


Globo de Ouro 1974 (EUA)

  • Indicado nas categorias de melhor filme - comédia/musical, melhor ator de cinema - comédia/musical (Carl Anderson e Ted Neeley), melhor atriz de cinema - comédia/musical (Yvonne Elliman), ator novato mais promissor (Carl Anderson e Ted Neeley).


Esse eu recomendo em doses cavalares, tanto o filme quanto o musical. Videozinhos para vocês irem pegando o espírito!