Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

UM EX-HIPPIE ME FALOU:

"Eu vivi 16 anos da minha vida tentando entender como as pessoas são. Decidi, nessa época, fazer diferente e ser autêntico, ser melhor. Sempre vivi da forma em que acredito, passei por muitos lugares tentando achar alguém em quem eu pudesse me apoiar, tentando encontrar amigos de verdade. Já fumei tudo o que se existe para fumar, fiz todas a aventuras sexuais que alguém pode fazer. Já fiz Rappel, escalada, bung-jump, raffting, enduro a pé, karatê, futebol americano... tive todo o tipo de amigos, mendigo, puta, psicólogo, maestro, jornalista, traficante, estelionatário, político, criança, velho, bruxa, padre, evangélico, gay, todo tipo.Criei conceitos, teorias, e descobri uma coisa ímpar: Ninguém jamais vai entender minha forma de viver. Nunca existirá alguém capaz de acreditar e amar as pessoas como eu as amo. Ninguém jamais vai aceitar você, eu, ou quem quer que seja como é, porque é duro demais ser você mesmo, e ninguém gosta. Eu provei por 16 anos o sabor amargo da autenticidade, e de tanto buscar a liberdade, eu acabei preso na pior de todas as prisões: a solidão.
Mas sabe de uma coisa, eu tenho muito orgulho de quem eu sou hoje!"


 ahow!